7 de novembro de 2022

Colóquio Um dia de Camões 2022 realiza-se de 7 a 10 de novembro de 2022


Colóquio "Um dia de Camões 2022"

450 anos de Os Lusíadas

 7 a 10 de novembro de 2022


Equipa organizadora:

Luís Maffei (UFF)
Paulo Ricardo Braz de Sousa (UFRJ)
Marcia Arruda Franco (USP)
Teresa Nascimento (CIEC/FLUC)
Manuel Ferro (CIEC/FLUC)



O tradicional evento de Luis Maffei "Um dia de Camões" na sua nona realização, 
este ano ganha formato especial para comemorar os 
450 anos da publicação de Os Lusíadas.



“Neste ano em que se comemoram os 450 anos da publicação d'Os Lusíadas, o tradicional evento da Universidade Federal Fluminense (UFF), "Um dia de Camões", em parceria com a Universidade Federal do Rio de laneiro (UFRJ), a Universidade de São Paulo (USP – Grupo de pesquisa Reescrever o século XVI –  CNPq), e o Centro Interuniversitário de Estudos Camonianos (CIEC), sediado na Universidade de Coimbra, realizar-se-á entre os dias 7 e 10 de novembro, com a participação especial da Orquestra de Música Antiga da UFF. 

Será a nona edição do evento, que se realiza novamente após os dois anos em que a universidade se via diretamente prejudicada, especialmente em seu convívio, pela pandemia da Covid-19. Pela primeira vez, o colóquio ganhará outros dias de debate e reflexão e contará com diversas participações internacionais, sendo, portanto, a mais diversa e ambiciosa edição desse encontro tão singular.”


Linhas temáticas (previstas na chamada de comunicações):

Leituras do épico camoniano
Leituras da lírica camoniana
O teatro e/ou as cartas de Camões
A presença camoniana na contemporaneidade
Camões no Brasil
Diálogos camonianos: outras vozes com Camões ou problemas camonianos em outras obras
Camões inter-artes
Receção de Camões na Ásia e/ou na África e/ou no Mundo





PROGRAMA





Segunda-feira, 7 de novembro
Instituto de Letras da UFF, Sala 218, Bloco C

10h45 – Mesa 1

Mediação: Luis Maffei (UFF)
  • "Transforma-se o amador nacoisa amada", MarcioTavares d'Amaral (UFRJ) 
  • "Canto V: 'que grosso rochedo acordas?'', Jorge Fernandes da Silveira(UFRJ)

14h00 – Comunicações


Mediação: Marcio Tavares d'Amaral
Sala 501C
  • "A episteme erótica: Ficino, Camões, Freud", Alexandre Marzullo (UFF)
  • "O Poema de Empédocles e Os Lusíadas: lições sobre a pequenez", Bias Busquet Guimarães (UFF)
  • "A busca pela autenticidade do ser na lírica de Camões: leituras heideggerianas", Júlia Izidoro (UFF)
  • "A épica camoniana e o Direito português", Vicente Luís de Castro Pereira (USP)

Mediação: Bárbara Kresicher
  • "Do conhecimento da poética de Camões à reflexão sobre a produção poética guineense contemporânea", Eusébio Diú (UFF)
  • "Erros meus, má fortuna, amor ardente: Os Lusíadas como instrumento de dominação", Jorge Eduardo Magalhães de Mendonça (UFF)
  • "Errar no meio do caminho: ainda outra leitura do Adamastor", Maria Lessa (UFRJ)
  • "Cartas extraviadas: de Camões para Helder Macedo, ou a quem interessar possa", Mariana Braga (UFRJ)

16h00 – Mesa 2

Mediação: Mônica Fagundes (UFRJ)
  • "Vozes femininas suplicantes n'Os Lusíadas, comentadas por Manoel Manoel Correia, D. Marcos de S. Lourenço e Faria e Sousa", Teresa Nascimento (UC - CIEC)
  • O feminino e a ausência de Santa Isabel no Canto I d'Os Lusíadas", Bárbara Kreischer(UFF)

18h00 - Concerto camoniano: Conjunto de Música Antiga



Terça-feira, 8 de novembro
Faculdade de Educação da UFF, Auditório Florestan Fernandes

11h00 – Mesa 1

Mediação: Silvio Renato Jorge (UFF)
  • Por que ler Os Lusíadas 450 anos depois? De carona com italo Calvino, e mais..., Rodrigo Xavier (UFRJ)
  • "Eduardo Lourenço e a experimentação camoniana", Marlon Augusto (UFF)

14h00 – Comunicações 


Mediação: Teresa Cerdeira
  • "Ecos do canto de Inana nas líricas de Camões e MTH: a catábase como educação sentimental", Flavia Henriques Soares (UFF)
  • "Ecos d'Os Lusíadas nas ruínas do império: a receção de Camões em romances pós-coloniais de autoria feminina", Larissa Fonseca e Silva (USP), 
  • "Diferentes representações da mulher em Fernando Pessoa e Madalena de Castro Campos", Leticia Cecilia de Vasconcellos Sobreiro (UFF)
  • " 'Para uma conjura / a camões?": uma leitura de Fiama, ou uma leitura de Camões", Susanna Dias de Faria (UFF)

16h00 – Mesa 2

Mediação: Marcia Arruda Franco (USP)
  • "A llha do Amor: entre omito e a história", Teresa Cristina Cerdeira (UFRJ)
  • "Byung-Chul Han lê Camões", Luis Maffei (UFF)


Quarta-feira, 9 de novembro
Faculdade de Educação da UFF, auditório Florestan Fernandes


11h00 – Mesa 1

Mediação: Paulo Braz (UFRJ)
  • "O cômico e a política d'Os Lusíadas: Fernão Veloso na Baía de Santa Helena", Matheus de Brito (UERJ)
  • "Os trabalhos para a Antologia Homoerótica de Camões'', Marcia Arruda Franco (USP)

14h00 - Comunicações 


Mediação: Rafael Santana
  • "O que virá depois que eu me for? Avisos do Velho "d'aspeito venerando" e "Carta a meus filhos sobre os fuzilamentos de Gova", Beatriz Helena da Cruz (UFRJ)
  • "O gigante Adamastor e a Ilha do Amor: o sofrimento e o prêmio na viagem marítima", Ester Gomes da Silva (UFF)
  • "O outro como objeto de desejo na poética de Luís de Camões e Sophia de Mello Brevner Andresen", Lorraina Almeida Serrão de Souza (UFF)
  • "Camões e Osman Lins, uma aproximação bem maquinada", Maria Lucia Guimarãesd e Faria (UFRJ)

16h00 – Mesa 2

Mediação: Júlio Machado (UFF) 
  • "Camões no divã", Rafael Santana (UFRJ)
  • "Às portas do Indo, Camões com Bernardo Soares", Paulo Braz (UFRJ)

18h00 – Lançamento de livros

Cama de gato, Vanessa Massoni da Rocha 
Lagar de fala, Júlio Machado
Ossário, Édipo Ferreira


Quinta-feira, 10 de novembro
Conferências on-line
Canal do Youtube do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Literatura da UFF

11h00 – Mesa 1

  • "Luís de Camões e o esquecimento da memória", Helder Macedo (King's College)
  • "A primeira edição de Os Lusíadas", Rita Marnoto (UC)

14h00 – Mesa 2

  • "A máquina do Mundo entre o mito e a história", João Adolfo Hansen (USP)
  • "Luís Vaz de Camões, Primeira Pessoa Singular", Manuel Ferro (UC-CIEC)



Ligação no Youtube para as sessões do último dia:






Arquivo / Chamada para comunicações: 

até 7 out.