Mostrar mensagens com a etiqueta Moçambique. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Moçambique. Mostrar todas as mensagens

2024/07/20

II Congresso do Meio Milénio do Nascimento de Camões 1525-2025 Maputo & Ilha de Moçambique



II Congresso do Meio Milénio do Nascimento de Camões 1525-2025

Maputo & Ilha de Moçambique



 6 JUN. 2025, sexta-feira | em formato híbrido
Na Universidade Politécnica, Maputo, Moçambique

A primeira jornada do Congresso contempla 
recitais de poesia e música, conferências e exposições, 
que destacarão a importância de Camões na literatura moçambicana. 


10 JUN. 2025, terça-feira | em formato presencial
Na Ilha de Moçambique

O Congresso prossegue "revisitando também os locais históricos 
associados a Camões, onde ele viveu e onde ele se inspirou. 
Estão preservados como parte importante da rica história cultural da Ilha: 
a Casa de Camões, a estátua de Camões por António Pacheco (1969), 
a Capela de Nossa Senhora do Baluarte (1522), onde Camões rezava, 
e o Museu da Ilha de Moçambique."

Entre outras iniciativas, serão organizados cursos nas "instituições de ensino superior moçambicanas sobre a obra de Camões e a sua relação com Moçambique, 
reavivando-se também nas escolas o interesse por Camões 
enquanto primeiro poeta a escrever em língua portuguesa no país."



Organização:

RCnA&AU. Politécnica, Moçambique | U. Eduardo Mondlane, Moçambique

Comissão organizadora:

Coordenação geral: 
Professores Doutores Rosania da Silva, Emílio Tostão, Serafim Adriano Alberto, 
Samuel Quive, Carlito Companhia, Felipe de Saavedra.

Coordenação Científica: 
Professores Doutores Felipe de Saavedra, Elídio Nhamona, Lurdes Balbina Rodriques da Silva,
Víctor Mércia Justino, Ana Pinho Guina, Doutora Íris Vitorino.










"O II Congresso do Meio Milénio do Nascimento de Camões, que será celebrado em Moçambique em junho de 2025, promete ser um marco histórico de invulgar importância cultural.

Esta reunião magna congregará estudiosos, investigadores, escritores, artistas e admiradores de Camões de todos os continentes, para refletirem sobre o legado da obra camoniana, bem como sobre a sua influência e impacto em diferentes contextos culturais e históricos.

É um acontecimento com múltiplas vertentes científicas, artísticas e pedagógicas, que proporcionará um espaço para a apresentação de novas investigações, de análises críticas e de debates, bem como de obras de arte e de experiências educativas que enriquecerão a compreensão e apreciação globais de camões.

Uma oportunidade irrepetível para quem deseja aceder a um universo poético único, e celebrar a sua relevância no contexto das letras e das artes moçambicanas, lusófonas e mundiais.”



"Luís de Camões, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores da tradição ocidental, teve uma forte ligação à Ilha de Moçambique, onde viveu entre 1567 e 1569. O biénio moçambicano no período culminante da sua vida como Autor, entre os 42 e os 44 anos de idade, influenciou profundamente a sua obra literária.

Foi na Ilha de Moçambique que Camões finalizou a composição de "Os Lusíadas", a epopeia sobre a primeira viagem transoceânica à Índia. E é também ali que a narrativa do poema se inicia. Segundo alguns estudiosos, é ainda na Ilha, em perfeita circularidade, que termina a ação dos marinheiros portugueses no poema, sendo a «Ilha Namorada» uma alusão à própria Ilha onde o Poeta então se encontrava.

Foi igualmente em Moçambique que Camões redigiu uma obra maior, o “Parnaso” que se extraviaria em Portugal, não tendo sido até hoje recuperado: “Aqui em Moçambique achamos aquele príncipe dos poetas dos nossos tempos Luís de Camões. Neste inverno começou Luís de Camões a compor um livro muito douto de muita erudição que intitulou ‘Parnaso de Luís de Camões’, porque continha muita poesia, filosofia, e outras ciências”. Diogo do Couto, Década Oitava da Ásia.

Meio milénio após o seu nascimento, a obra de Camões, ainda que parcialmente conservada, permanece como um marco essencial para as culturas moçambicana e portuguesa, e para a lusofonia em geral.

O II Congresso do Meio Milénio do Nascimento de Camões prossegue a série de reuniões científicas de alto perfil iniciadas em Ternate, Indonésia, em março de 2022, e prosseguidas em fevereiro de 2024, em Macau."
In: Plataforma 9









CHAMADA DE COMUNICAÇÕES

Enviar as propostas de participação para congresso@camoens.pt

Especificar:
o modelo de participação: comunicação individual, mesa- redonda, painel
a modalidade: presencial ou híbrida (Maputo)
o local/data: na capital ou na Ilha

Incluir o resumo curricular e o sumário da comunicação

Prazo: até 31 out. 2024





Temas:

Camões em Moçambique, roteiro camoniano

Camões, Moçambique e o Índico

Camões no Oriente: Goa, Arábia, Pérsia, Malaca, Ternate, Macau e Cambójia 

Camões e a literatura lusófona

Camões e as artes plásticas, a música e as artes do espetáculo

Camões na escola














para saber +




In Plataforma 9, Congressos


in Luís de Camões - Diretório de Camonística, 24.02.2024

in Luís de Camões - Diretório de Camonística, 25.02.2024











Redação: 20.07.2024

2024/06/10

As peripécias de Luís de Camões, em exposição no Centro Cultural Português da Beira, em Moçambique

 

As peripécias de Luís de Camões

exposição

A exposição, originalmente intitulada "Camões", é de 1995 e da autoria da 
Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses


10 JUN. 2024, às 15h00 - Inauguração |  Em exibição até 30 de jul.

No Camões - Centro Cultural Português da Beira, em Moçambique







Todas as imagens do evento
estão disponíveis em: 







para saber +


in Luís de Camões - Diretório de Camonística, 20.07.2024
















Redação: 20.07.2024


Beira: Celebração dos 500 Anos do nascimento do poeta Luís Vaz de Camões

 


Celebração dos 500 Anos do nascimento do poeta Luís Vaz de Camões





1 a 26 JUN. 2024
No Centro Cultural Português da Beira, em Moçambique

Organização:

Centro Cultural Português – Polo da Beira


Centro Cultural Português da Beira, em Moçambique 
"apresenta um conjunto de eventos e atividades inscritos na 
Celebração dos 500 anos de Luís Vaz de Camões, 
divididos em quatro eixos estruturais: História, Cultura, Língua e Literatura."


1 a 8 JUN. 2024

Eixo 1: História vs. Estórias do Poeta

1 JUN. 2024, às 10h00
Teatro infanto-juvenil, enquadrado no programa "Sábados Mágicos":
através da representação da peça “A Odisseia do Poeta Luís de Camões” 
visa-se "dar a conhecer as peripécias vividas pelo poeta durante a sua vida". 

4 JUN. 2024, às 17h00
Na Biblioteca do Centro Cultural Português – Polo da Beira
Cerimónia de inauguração da exposição 
“As peripécias de Luís Vaz de Camões” 
que retrata "as aventuras e desventuras do poeta".

6 JUN. 2024, às 14h30
“Luís de Camões em Moçambique”
palestra proferida por Fátima Mendonça, 
destinada a estudantes do Ensino Superior.


10 a 15 de junho de 2024

Eixo 2: Uma viagem cultural com 500 anos 

10 JUN. 2024, às 16h00 | Em exibição até 30 de jul.
Integrada no programa alusivo ao 
Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas,
inauguração da exposição “Camões”da autoria da 
Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses  



13 JUN. 2024, às 14h00, na Galeria do CCP – Polo da Beira
“Espetáculo camoniano”
homenagem ao Poeta através de várias expressões culturais.
Registo em vídeo, no Facebook -  Duração: 45:35 

17 - 22 JUN. 2024

Eixo 3: A Língua de Camões é a Nossa Língua!

De 17 a 22 de junho de 2024, às 20h00 | Online, com transmissão no Facebook
“Ciclo de Escritores” contemplando seis conversas com escritores lusófonos, 
visando divulgar a língua de Camões nas suas diferentes variantes.

24 a 29 JUN. 2024

Eixo 4: Lírica camoniana: atualidades 

24 - 26 JUN. 2024, entre as 10h00 e as 11h30,
Oficina de Poesia subordinada à “Lírica camoniana”, 
ministrada por Celina Martins Santos, professora e coordenadora do CCP – Polo da Beira,
em que se interpreta as várias temáticas presentes nos textos das “Rimas” (1595).






para saber +

Acerca do Programa geral:
in Camões, I.P., Atividades


Acerca da Exposição:
in Luís de Camões - Diretório de Camonística, 20.07.2024








Redação: 20.07.2024

2024/06/09

As palavras de fogo de Camões são comentadas no Festival Literário Internacional de Moçambique



Palavras de Fogo

Festival Literário Internacional do Interior


10 JUN. 2024 | das 8h00 às 19h00

Na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Lúrio
Ilha de Moçambique


Com a participação de investigadores de 
literatura em língua portuguesa,
o "especial enfoque será dado a Luís Vaz de Camões, 
por ocasião da celebração do V centenário da data identificada do seu nascimento".


Festival disponível também online,
através do Google Meet:
PIN: 418 895 515#

+258 1470 635 0044


para saber +









Redação: 9.06.2024