Mostrar mensagens com a etiqueta Condecorações. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Condecorações. Mostrar todas as mensagens

2024/07/09

A ORDEM DE CAMÕES


A ORDEM DE CAMÕES

"A Ordem de Camões destina-se a distinguir quem tiver prestado serviços relevantes à língua portuguesa e à sua projeção no mundo e à intensificação das relações culturais entre os povos e as comunidades que se exprimem em português e serviços relevantes para a conservação dos laços das comunidades portuguesas com Portugal."
Presidência da República Portuguesa



HISTÓRIA DA ORDEM


A Ordem de Camões foi criada pela Lei n.º 10/85, de 7 de junho,
e  integrada no quadro das Ordens Honoríficas em 2021.

A sua vigência tornou possível "o reconhecimento autónomo de 
personalidades e instituições que se destaquem 
na salvaguarda e projeção da língua portuguesa, 
eixo agregador da comunidade dos falantes de português no mundo e 
verdadeiro património imaterial dos respetivos Estados e comunidades."




A efígie laureada do poeta Luís de Camões
é a figura central do distintivo da Ordem.
 
O timão ou a roda de leme circundante, com 8 manípulos,
tantos quantos os dos Estados fundadores da CPLP,
remete para a proeza marítima dos Descobrimentos portugueses
e para o bom rumo da "língua de Camões”.

 No Grande-Colar da Ordem existe ainda 
a representação de "Os Lusíadas", uma obra aberta,
e a pena de escrita do Poeta seu autor.

A fita de suspensão é amarela e azul-marinho: 
a luz da sabedoria e os mares que unem os países da CPLP.



GRAUS E INSÍGNIAS DA ORDEM

O distintivo da Ordem de Camões é um medalhão de ouro, 
carregado ao centro com a efígie de Luís Vaz de Camões.
No reverso, encontra-se o escudo nacional sobre uma esfera armilar, 
com a legenda: 

"Aqueles que por obras valerosas se vão da lei da morte libertando"
* Luís Vaz de Camões *
 OS LUSÍADAS’

 

1. Grande-Colar

Colar de ouro formado alternadamente por 
coroas de louros de esmalte verde perfiladas e frutadas e 
por um livro aberto - "Os Lusíadas", 
carregado por uma pena de ouro, em argolas de ouro ovais, 
tendo pendente e encadeado uma coroa de ramos de carvalho e o distintivo da Ordem.

Banda de seda das cores da Ordem, posta a tiracolo da direita para a esquerda, 
tendo pendente sobre o laço o distintivo da Ordem.

Placa dourada, de oito raios abrilhantados, 
tendo ao centro o medalhão central do distintivo da Ordem.

O Grande-Colar pode ser usado em simultâneo com a Banda do Grande-Colar 
e é sempre usado com a respetiva placa. 
São ainda insígnias deste grau a miniatura e a roseta.

2. Grã-Cruz

Banda de seda das cores da Ordem, 
posta a tiracolo da direita para a esquerda, 
tendo pendente sobre o distintivo da Ordem, 
encimado por uma coroa de carvalho.

Placa dourada de oito raios abrilhantados, 
onde figura, o medalhão central do distintivo da Ordem.
São ainda insígnias deste grau a miniatura e a roseta.
 

3. Grande-Oficial

O distintivo da Ordem, de tamanho idêntico ao da Grã-Cruz, 
suspenso de fita pendente do pescoço.
Placa igual à de Grã-Cruz.
São ainda insígnias deste grau a miniatura e a roseta.
 

4. Comendador

Insígnia idêntica à de Grande-Oficial.
Placa prateada.
São ainda insígnias deste grau  a miniatura e a roseta.
 

5. Oficial

Distintivo da Ordem, suspenso de fita da Ordem e fivela dourada, ou de laço.
São ainda insígnias deste grau a miniatura e a roseta.
 

6. Cavaleiro/Dama

Insígnia idêntica à de Oficial, sem roseta.
São ainda insígnias deste grau a miniatura e uma pequena fita.









para saber +


ORDEM DE CAMÕES: História, Graus e Insígnias

Ordem de Camões | Wikipédia

in Luís de Camões - Diretório de Camonística










Redação: 8.07.2024